sábado, 4 de setembro de 2010

Pena de morte

Era inevitável tocar neste assunto depois do post anterior...
Deixo-vos duas posições,uma delas a minha:

1-CONTRA.
"Não, não sou a favor da pena de morte. 
Por questões de principio, por questões ideológicas, pelas questões que lhe queiram chamar.
Acima de todo e qualquer principio, sou defensora do direito à vida, seja em que circunstância fôr, e ninguém tem o direito de a retirar a outrém.

Eu não posso condenar um mal agindo de igual forma!
Paralelamente a ele, não sou nem nunca serei apologista da lei "olho por olho, dente por dente".
Se os 2 motivos anteriores não forem suficientes, o 3º prende-se com o facto de entender que a morte é o menor dos males para aqueles que se pretende que paguem por crimes que cometeram.

Muitos foram aqueles que foram injustamente condenados e já cá não estão. Está provado, nomeadamente por testes de adn que existiram condenações e consequentes execuções à pena capital indevidas. Como já referi, para mim, seriam sempre indevidas. Que compensação se pode dar à familia de quem desapareceu?... Não pode.

A condenação deverá sempre ser executada em vida, com vida, com pesar. Não é "condenação" a "férias", como se passa em tantos locais. Não é para isso que descontamos impostos..

Para suportar as "férias" de muita escumalha.
A vida desta dita escumalha deverá ser dificil, muito dificil, durante o tempo que durar. Não me refiro a torturas mas a vida pesada, quanto mais pesada melhor. O sofrimento prolongado e sentido como pena de atrocidades cometidas sobre outro(s) individuo(s). Há muitas formas de incutir sofrimento.. O desejo à morte para acabar com esse sofrimento e não o conseguir realizar é o pior castigo que alguém pode ter. E é esse castigo que quem mata, quem viola, quem tortura e comete atrocidades deverá ter. É em vida que deve pagá-lo, não com a vida. Não é merecedor de tal alívio.
Além de que não resolve nenhum problema.. Não repara os males e as consequências que daí advieram.
Os pedófilos que são julgados e condenados, por ex, passam o inferno nas cadeias, com outros condenados.

Penso que isto é do conhecimento comum. Nem outros criminosos toleram ou aceitam tal atrocidade..
Passar o inferno.. é isto mesmo que se pretende, não dar-lhes passagem a eterno descanso com uma injecção letal indolor.

Descanso e indolor deverão ser os maiores desejos dos criminosos.. em sonhos."


2-A FAVOR.
"Eu sou a favor da pena de morte. 
Desculpem-me lá não ser politicamente correcta,mas não vou renunciar aos meus princípios só para colocar aqui uma resposta bonita.
Os familiares das vítimas têm direito a uma compensação moral,a um "closer"...
Seja ele o enclausuramento perpétuo do infractor ou a pena de morte...
Agora imaginem o que é ser-lhe atribuída liberdade condicional ou diminuição de anos de cadeia por bom comportamento ou outro factor qualquer e as testemunhas estarem sujeitas a represálias,e os familiares a verem em liberdade um ser que lhes tirou a vida a um ente querido sem dó nem piedade... 
Já que "prisão perpétua" é uma utopia,a pena de morte é "the next best thing"...
Alguém aqui acredita mesmo que um assassino em série ou um pedófilo se possa regenerar? 
Ou aqueles sádicos,que matam as vítimas com requintes de malvadez?
Ó pá...
"Pau que nasce torto tarde ou nunca se endireita"...
Além de que é óbvio que a criminalidade ía diminuir!
Não possuo poderes adivinhatórios,mas tem lógica!
Se houvesse penas mais pesadas as pessoas de certeza que iriam pensar duas vezes antes de cometer qualquer delito!!
Quantas vidas já se salvaram por se meterem psicopatas nas cadeias?
E quantos voltaram a massacrar/chacinar depois de soltos?
Porque é que não se fala disto também??"


E vocês?
Que posição tomam?

3 comentários:

Sneijder disse...

Obviamente a favor da pena de morte,
mas para mim devia de ser algo do género: quanto mais hediondo o crime cometido, mais dolorosa a maneira como a pena de morte é executada.
Para o criminoso sentir na própria pele o que fez!

cricriclaro disse...

Eu sou a favor da pena de morte, mas não nos moldes em que esta é feita!!! Não é em 10 minutos que o condenado à morte se redime de todos os crimes hediondos que cometeu!!!!!

Deveria ser feita uma tortura proporcional ao crime ou crimes que cometeu, e se mesmo assim, ele continuasse a dizer que não estava arrependido, duplicava-se o grau de tortura, a páginas tantas, o criminoso (ou criminosa) haveria de gritar "-basta, já não aguento mais!!!") e aí finalizava-se o processo...

A sorte desses criminosos, nos países em que não há pena de morte, é que as vítimas deles não são gente de elevado poder económico e social, tipo senadores, diplomatas, etc, grandes empresários etc,porque se o fossem as suas famílias mexiam-se e davam uma volta nas leis e haveria de novo pena de morte em vigor!!!!!!!!!!!

Mas enfim, esta é a sociedade podre e degradante em que vivemos, em que quem tem dinheiro é "rei" e quem não tem, que se lixe!!!!!!!!!!!Perdoem-me a crueza e rudeza das palavras, mas não vou pôr floreados num assunto tão grave como este!!!!!

Salsa disse...

A pena de morte é uma benesse para quem comete um ou varios crimes de sangue, tens varios cazos em portugal de individuos que cometeram crimes ediondos e que ao fim de pouco mais de 10 anos estão em vias de conseguir a liberdade condicional.
O poder judicial em Portugal esta corrompido e vendido ao poder politico, as prisões e reformatorios juvenis, são autenticas escolas (universidades) do mundo criminal, grande parte dos que lá são colocados para serem regenerados saem de lá com uma escola muito superior á que tinham quando para lá entraram.
por isso eu costumo dizer: EDUQUEM AS CRIANÇAS PARA QUE NÂO TENHAM QUE CASTIGAR OS HOMENS DE AMANHA.