quinta-feira, 28 de julho de 2011

Desculpem-me,sou uma mãe galinha!

Eu sei que por vezes pareço uma mãe babada,só a enaltecer as qualidades do Gui,a falar dos olhinhos azuis dele e daqueles dentinhos engraçados e como ele é super giro e tal e tal e coisa...e faço muitos posts sobre ele e pode tornar-se chato,mas de facto ele é a coisa mais interessante da minha vida e realmente tenho muita pena da internet não ser suficientemente segura para vos poder mostrar como ele é de facto,para verem que isto não são delírios vindos do meu grande amor por ele...
Tudo o que vos conto aqui são relatos com fiel precisão.
A sério que eu não exagero e não digo isto por ser mãe,ele é mesmo assim:encantador,determinado,cómico,convencido,inteligente,cinéfilo,gozão e inocente...é a criança mais fofinha que conheço.
Ele cativa!Toda a gente que o conhece fica estupefacta com ele,vá ele onde vá...
Na minha família por exemplo,há um bocado o hábito de alienar as crianças,nas reuniões anuais (Natal,Páscoa,Ano Novo e assim) colocamos sempre uma mesa para os adultos e outra para os mais pequeninos,mas enquanto as outras crianças estão todas reunidas,o Gui é o único autorizado a permanecer na mesa dos adultos...
Mais:até se degladiam entre si,para ver quem fica sentado à beira dele!
Na família do pai,a mesma coisa...é convidado para baptizados,comunhões e casamentos de gente que até o Pedro não conhece!
No Natal então,recebe prendas de completos estranhos!
É de vizinhos,de amigas minhas (que nem costumam gostar de crianças),de familiares distantes,de pessoas que só o viram uma vez,como foi o caso de uma senhora que o viu com a avó,na campa do avô e gostou tanto de falar com ele que mandou fazer uma pulseirinha em ouro com o nome dele gravado...e deu à minha sogra quando a viu outra vez no cemitério (bizarro,hã?),ou da costureira oficial da família que não aceita pagamento pela roupa dele ("para a riqueza eu faço isto de borla!") e lhe compra brinquedos caríssimos...
Podia contar-vos tanta coisa!
Já passei por tantas coisas surreais com ele que vejo mesmo que não sou só eu a ter este amor desmedido por ele...ele tem qualquer coisa especial!
Eu até já lhe disse que se não fosse mãe dele e o visse na rua,apaixonava-me de tal maneira que tinha que o raptar e trazer comigo!
Eh,eh!
Por isso,desculpem se vos aborreço por estar sempre a falar dele...mas ele é a minha maior fonte de inspiração!

11 comentários:

Manuela disse...

Minha querida, é um querido o teu Gui, e se o é, porque não afirmá-lo sem sentimentos de culpa? Desejo-lhe tudo de bom ao longo da sua vida e que se faça um homem justo! :)

otilia cristina disse...

ME

AI QUE FICO LONGE DAQUI NEM POR CONTA DE QUE??

RELAXO MEU ORA POIS SRSR SRSRS

QUERIDA NÃO ACHO NADA CHATO VOCE FALAR DO SEU FILHO E FAZER A GENTE SENTIR O QUE ELE É IMPORTANTE PARA VOCE ..TEM SIM QUE SER GALINHA MESMO EU SOU ASSIIM VIVO FALANDO DOS MEUS ..E DE TODAS AS HISTORIAS QUE JA LI AQUI..SEI QUE FALA MESMO A VERDADE..O GUI CANTANDO E TUDO QUE CONTA É LINDO DE SE VER SIM..CONTINUE CONTANDO AS HISTORIAS DO SEU LINDO GUI,E SEJA MESMO GALINHA CORUJA ...VOCE É UMA MAEZONA E NOS MÃES VIEMOS AO MUNDO PRA ISSO MESMO AMAR NOSSOS PEQUENOS QUE MESMO COMO EU MESU PEQUENOS TEREM JA 25 ANOS E 21 ANOS AINDA CONTINUNAM SENDO MEUS PEQUENOS E SEMPRE SERÃO MINHA RAZÃO MAIS IMPORTANTE DA MINHA VIDA COMO GUI É PRA VOCE..

ADOREI SEU POST ADORO SEUS CONTOS DO GUI..ALIAS ESCREVA UM LIVRO

CONTO DO GUI SRSRSR SRSR VAI SER SUCESSO

BEIJOS

OTILIA LINS

TAVA COM SAUDADES

Bomboca do Amor disse...

Faz o favor de continuares a falar do Gui! Acho que até eu o raptaria ;)
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Néua disse...

Sabes o que mais, de coisas tristes e que nos fazem mal está a vida cheia, se é essa preciosidade que te inspira tens mesmo é que falar dele :) e colocá-lo como um "centro" na tua vida! E quem achar que isso é demasiada arrogância, que se meta no seu lugar pois o espaço é teu e tu fazes dele o que quiseres :D

É a minha opinião ;)

Pusinko disse...

Olha o que eu tenho a dizer é isto:
1- o blog é teu, fazes como bem entendes
2- o fiho também e relatar episódios com ele é a maneira segura de contares peripécias que não lembram a ninguém sem, no entanto, o expores demasiado. Concordo plenamente que não faças uso indevido da imagem da criança na internet. Por muito lindo que possa ser. Ou por isso mesmo.

2- vim cá ter sem contar e demorei imenso tempo nessa noite a ler todos os posts que consegui com historietas e comentário do Gui porque me ri a bandeiras despegadas.

3- quem não gostar ou estiver sem vontade, nã lê.

Desculpa a franqueza, mas não acho que tenhas de pedir desculpa por fazeres o que te apetece nm espaço só teu. Eu gosto.

:)

Ana FVP disse...

P'lamordeus!!!!!!! ADORO quando falas do Gui. Ele é um show! Nem venhas para aqui com esses post's de desculpemn bla bla bla mas ele é a inspiração bla bla bla!

Não páres de contar coisas sobre ele. Gosto muito de ler as tuas coisas também, mas... o Gui é o Gui ;)

E já agora, por onde é que ele anda que nunca mais veio escrever um post aqui para as "tias" lerem?!

mfc disse...

Fica-te bem este amor declarado e esta vaidadezinha bonita pelo teu Gui...

Salsa disse...

O ser mãe galinha não tem mal nenhum e até faz bem nesta idade.
Agora aquelas que não querem saber dos filhos e que os usam para outros fins como por exemplo realizar dinheiro isso é que é mau e parece que ninguém quer saber.
Muitas crianças são negligênciadas pelos progenitores e as cpcj nada fazem os mp nada fazem e depois ainda tem a lata de dizer e utilizar "o superior interesse da criança".
Olha os meus parabéns por teres interesse no gui se mãe galinha agora que ele é pequeno, mas vai deixando de o ser com o passar do tempo. Muitas mães deviam conhecer o pouco que contas e o orgulho com que o contas.

Me,myself & I! disse...

Eu desculpei-me,apenas porque quando comecei o blog tinha posts completamente diferentes e quem me começou a seguir nessa altura pode-se sentir completamente defraudado...

cristina claro disse...

Minha Di, ******do meu coração, qqer mãe minimamente sã e completamente devotada ao seu rebento, terá toda e qualquer legitimidade p falar do seu pequenino/a, relatando peripécias, pequenas conquistas e cenas afins, que considere dignas de nota, quer pela sua genuididade infantil, quer pela espontaneidade e perspicácia q sp nos impressionam e deixam boquiabertso, do género "WTF" onde é que ele ouviu esta informação, onde é que ele aprendeu isto????? Pois é, dearest Di, os pequeninos são umas pequenas "esponjas" poderosas, absorvem tudo aquilo que os rodeia e a q têm acesso, seja na net, na tv, rádio, na imprensa, ou ouvindo msm conversas entre adultos...Nunca devemos subestimar uma criança, nem abebézá-las do tipo "coitdinho é tão inocente não se apercebe da maldade que há no Mundo"...Ai não q não se apercebem!!! Vêem-na e apercebem-se dela de 1 forma até bem mais concreta do q os adultos!!!!!!

Kella disse...

Pois fazes tu muito bem em falar dele!