quinta-feira, 22 de setembro de 2011

É nestas alturas que me pergunto: "Onde está Deus?"

Muitas vezes eu e o Pedro discutimos a vontade que temos de ir para uma casa maior, e fazemos contas,lamentamos-nos e queixamos-nos da crise e do facto de já não podermos gastar como antigamente...
Ambiciono muito,é um facto,queria mil e uma coisas e fico frustradíssima quando não obtenho o que eu quero na altura...
Hoje levei uma grande chapada na cara quando li esta notícia e apercebi-me,mais uma vez,que não tenho absolutamente nada que me queixar...basicamente tenho tudo o que me faz falta,pago as minhas contas a tempo e horas,nunca me falta comida na mesa e consigo mesmo repartir com os outros,chegando mesmo a ter coisas absolutamente desnecessárias,como ter 4 mochilas de diferentes cores para o Gui e ainda um trolley do Homem-Aranha.
Olhei para o espelho e achei-me ridícula.
Dois irmãos suicidaram-se "por não aguentarem mais a pobreza extrema devido à crise económica" e eu andava aqui a suspirar por merdinhas...

8 comentários:

Bomboca do Amor disse...

São estas tragédias que nos fazem ter noção da realidade e do quão fácil é, por vezes, a nossa vida.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Pena que nós nos lembramos disto tão poucas vzes :(

An@ disse...

:(

Sem palavras!

Uma boa lição para nós que temos que aprender em 1.º lugar a dar valor ao que temos!

Beijokas

eutambemtenhoumblog disse...

Realmente temos que dar mais valor ao que temos... Aprender a amar aquilo que temos e aproveitar ao máximo cada dia...

ana disse...

Infelizmente a maior parte das vezes andamos tão absorvidos pelos nossos "problemas" que não conseguimos ver nem nos damos conta de situações extremas como esta.

Dama das Camélias disse...

É bem verdade, por vezes queremos coisas super estúpidas que mais tarde de nada servem. Eu penso muitas vezes nisso, aqui em casa é tudo o mais em conta possível (também... é só um ordenado) e ninguém se vai matar por isso!

Beijinhos

mfc disse...

Se foi ele que criou esta desigualdade... ou é indiferente a ela... então não merece o nosso respeito!

Anónimo disse...

Deus é um conceito resultante da necessidade humana de conforto e desresponsabilização.