sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Happy birthday,my dear!

Faz hoje 28 anos que nasceu aquele que, sei-o agora, se tornou o homem da minha vida.
Antes de fraldas,halibut e piadas sarcásticas dum pequeno terrorista que vocês bem conhecem,éramos só nós os dois contra o mundo.
Gostava de poder dizer que foi logo amor à primeira vista,daqueles mesmo avassaladores, com a paixão a consumir cada centímetro de nós,mas não,foi um afecto tardio cultivado pelas inúmeras tardes de estudo e da mais despretensiosa amizade.
Hoje, não sei dizer como é que olhei para aqueles olhos verdes e não me apaixonei desmedidamente mas a verdade é que, e talvez fruto do meu inexistente relacionamento com os meus pais, me tornei numa pessoa com franca incapacidade para abrir o meu coração sem reservas.
Não sou uma pessoa fácil,tenho plena consciência disso,sou extremamente sensível,ansiosa,insegura e todo o meu aparente à-vontade,capacidade de argumentação e poder de oratória são apenas parte da minha camuflagem.Escondo-me por detrás das piadas e da arrogância, construindo todo um muro à minha volta.
Um muro outrora intransponível.
Que só cedeu e se desmoronou perante a pessoa mais dócil,compreensiva e bondosa que conheço.
Não me apaixonei pelo lado desportista,pelo fantástico conhecimento acerca de tudo,pelo sorriso sexy e pela voz mais sensual de todos os tempos...o que me cativou foi a sua segurança, a sua integridade,a capacidade de me fazer sentir especial e ver,com aqueles olhos encantadores e estranhamente hipnotizantes algo mais em mim,além de uma miúda mimada e com um estranho sentido de humor.
Não posso dizer que sou melhor pessoa agora,do que quando nos conhecemos, continuo com uma ambição desmedida e o meu narcisismo característico,mas a realidade é que sou industrialmente mais feliz.
Tenho ao meu lado uma pessoa que me ama exactamente como eu sou,com todos os defeitos adjacentes e um pequeno clone (que neste momento está a dormir de cabeça para baixo,agarrado ao seu peluche e a ressonar como um pequeno tractor) e não os trocaria nem por um telemóvel topo de gama com saldo ilimitado para o resto da vida.
Nem pelo euromilhões,já agora!
(Embora se calhar,já hesitasse um bocadinho...)
És lindo,Pedro.
Não há nenhum outro lugar onde eu preferisse estar.

12 comentários:

Irina disse...

Parabéns ao teu mais-que-tudo!

Mil pétalas...

Me,myself & I! disse...

Obrigada,Irina!
:)

Sweetcita disse...

que linda declaração de amor :) parabéns ao Pedro e ao vosso amor! bjinhos

eutambemtenhoumblog disse...

Parabens ao teu namorado =)

O meu também faz anos hoje... =)

Beijos

Imensidão dos dias disse...

Parabéns ao teu Pedro ;) que bela declaração de Amor deixaste aqui ;) Um dia bom para vocês :D

mfc disse...

Parabéns ao Pedro e a ti.
Os dois merecem esses parabéns.

Porque um dia me perdi... disse...

Parabens ao Pedro...E parabens aos dois por este amor. É bom amar assim...Alias so vale a pena amar se for assim :)

Bomboca do Amor disse...

Muitos parabéns, a ambos!
Beijinhos querida,
Bomboca do Amor.

Salsa disse...

Se algum dia tiveres duvidas le e rele esta tua reflexação, vais ver que as tuas duvidas ficam esclarecidas.
Parabens ao Pedro, e que sejam muito felizes os 3, ou eventualmente mais algum terrorista ou princessa que queira fazer parte das vossas vidas, porque no final so interressa o quanto fomos felizes.

Ana FVP disse...

Gostei tanto deste teu post. Mesmo muito...

Dama das Camélias disse...

Bela dedicatória! O teu marido deve estar todo inchado!!

É muito bom ver um casal como vocês.

Beijinhos e muitos parabéns ao Pedro.

Turista disse...

Que bela declaração de amor! Muitos parabéns ao maridão e a ti, pelas palavras, lindas. :)